sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Brasil tem uma política fraca de atendimento a refugiados

Trinta anos após a assinatura da Declaração de Cartagena sobre Refugiados, maior restrição migratória nos países ricos transformou as nações emergentes em novos destinos dessa população

Em 2014, a Declaração de Cartagena sobre Refugiados, assinada na cidade de Cartagena das Índias, na Colômbia, completa 30 anos. O documento de solidariedade e de cooperação internacional em situações de deslocamentos forçados de populações na América Latina ampliou a definição do conceito de refugiado, que havia sido estabelecido pela Convenção da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre Refugiados em 1951. A data deve ser lembrada como uma oportunidade para a reflexão dos desafios do tema e para a implantação de novas políticas de atendimento a essa população. [...]

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

O POLÍGONO DAS SECAS

Quando ocorrem períodos prolongados de estiagem, a maior parte da população sertaneja enfrenta muitas dificuldades por causa da falta de água. Com o propósito de facilitar ações para combater e amenizar os efeitos das secas sobre essa população, o governo federal delimitou, em 1951, o chamado Polígono da Secas.

No início, o Polígono abrangia cerca de 950 mil Km², estendendo-se basicamente pelas áreas de clima semiárido. Entretanto, após a ocorrência de grandes secas, a área do Polígono foi ampliada, alcançando parte do estado de Minas Gerais, também atingido pelas estiagens.

Diversos órgãos do governo são responsáveis pelo combate às secas (DNOCS), que coordena programas de irrigação, construção de poços artesianos e açudes, bem como a formação de frentes de trabalho, entre outras funções, visando amenizar os problemas da população.

ÁREA DO POLÍGONO DAS SECAS

http://factsreports.revues.org/2558 

A SECA NO SERTÃO E O EL NIÑO

Na maior parte do Sertão, as chuvas ocorrem entre os meses de dezembro e abril. Porém, em certos anos, as precipitações não acontecem nesse período, e a estiagem pode se prolongar de um ano para o outro, dando origem às secas.

De acordo com estudos recentes a ocorrência das secas está relacionada ao El Niño, fenômeno do aquecimento das águas do Oceano Pacífico, nas proximidades da costa oeste da América do Sul.

Esse aquecimento do Pacífico ocorre em períodos irregulares de três a sete anos, interferindo na circulação dos ventos em escala global e, consequentemente, na distribuição das chuvas no sertão nordestino.
As secas acarretam grandes prejuízos aos proprietários rurais, que perdem suas lavouras e criações, e à população em geral, que sofre com a falta de alimentos e de água potável.


Imagem:Holandeses nordeste.jpg