sábado, 24 de setembro de 2016

RESUMO HISTÓRICO DO USO DA ENERGIA NO MUNDO-

A energia é a capacidade de produzir trabalho, é um produto da própria natureza, que está na base do funcionamento de todo o universo. É possível encontrar diversas formas de energia como a química, a mecânica ou a térmica. As plantas mantêm suas atividades orgânicas com base na energia química.
A história pode ser dividida em ERA PRÉ- INDUSTRIAL e PÓS- INDUSTRIAL.
1- PRÉ- INDUSTRIAL:
A fonte de energia básica era a muscular, ou seja, energia mecânica que gera movimento a partir da força muscular e a partir do uso da água.
2- PÓS- INDUSTRIAL:
Surge o carvão mineral que, quando queimado, libera grande quantidade de calor que aquece a água, criando o vapor responsável pela movimentação das máquinas a vapor utilizado tanto na produção quanto no transporte (locomotivas e embarcações).
O carvão vai ser a fonte de energia básica até meados do século XIX. Mais especificamente em 1859 quando os Estados Unidos perfuram o primeiro poço de petróleo, em que tem início a febre do "ouro negro": a descoberta de novas jazidas faria surgir cidades em pleno deserto nos EUA.
O mundo passa a ter o petróleo como principal fonte de energia para mover as máquinas e também para as principais usinas que vão gerar eletricidade.
No século XX surgem as usinas termelétricas que, ao ser queimado, o petróleo gera calor transformando em eletricidade; também, pode- se utilizar a queima de carvão.
Aparecem, também, as usinas hidroelétricas (eletricidade gerada a partir da força da água).
Em 1960 surge a energia nuclear como uma alternativa ao carvão mineral e ao petróleo. Nesse sentido, aumenta a necessidade das energias alternativas, ou seja, energias que causem menos impactos ambientais.
Mas o que são fontes renováveis e não- renováveis de energia?

1- FONTES RENOVÁVEIS:

São aquelas que se renovam num curto espaço de tempo como por exemplo a água, a energia eólica e a energia solar.
Estas fontes encontram-se já em difusão em todo o mundo e a sua importância tem vindo a aumentar ao longo dos anos representando uma parte considerável da produção de energia mundial.
Exemplos de Fontes de Energias Renováveis:
a- Energia Hídrica;
b- Energia Eólica;
c- Energia Solar;
d- Energia Geotérmica;
e- Energia das Ondas e Marés;
f- Energia da Biomassa.
2- FONTES NÃO RENOVÁVEIS:
Têm recursos teoricamente limitados, sendo que esse limite depende dos recursos existentes no nosso planeta, como é o exemplo dos combustíveis fósseis.
Importa inverter esta tendência, tornando o seu consumo mais eficiente e substituindo-o gradualmente por energias renováveis limpas. Exemplos de Fontes de Energias não Renováveis:
a- Energia Do Carvão;
b-Energia do Petróleo;
c- Energia do Gás Natural;
d- Energia do Urânio.
Mas antes de se transformar em calor, frio, movimento ou luz, a energia sofre um percurso mais ou menos longo de transformação, durante o qual uma parte é desperdiçada e a outra, que chega ao consumidor, nem sempre é devidamente aproveitada.

Queridos estudantes, atualmente é crescente a busca por fontes de energia renováveis, isto ocorre devido a escassez dos recursos naturais decorrente de todo o processo industrial, de uma economia capitalista consumista. É evidente que o progresso da humanidade é necessário, mas a degradação ambiental está afetando a saúde do planeta como um todo. Cabe a toda a população mundial essa conscientização, mas urge a ação das políticas ambientais oficias (que devem ser colocadas em prática) por todos os governos em âmbito mundial, independente de cor raça ou credo.

Fontes: Modera (adaptado), OPERAMUNDI ,Cursinho Pré- ENEM (adaptado) e PORTAL ENERGIA.

AS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA DO BRASIL



habit007.jpg - Forest

Com o crescimento do ambientalismo e o reconhecimento da necessidade de defender da ação humana o que restou nos diversos espaços geográficos brasileiros, o país procurou tomar providências para defender seus ecossistemas e seu patrimônio (flora, fauna, recursos hídricos, solo, monumentos naturais como grutas, picos dunas etc.).
A Constituição brasileira de 1988 deu um tratamento amplo à questão ambiental. No artigo 225, III, se refere ao meio ambiente, ela estabelece que há necessidade de se criar em todas as unidades da Federação, espaços territoriais para que seus ambientes sejam protegidos por lei.
os espaços territoriais a que se refere a Constituição Brasileira são as UNIDADES DE CONSERVAÇÃO, isto é,  áreas delimitadas e demarcadas com a finalidade de protegê-las oficialmente da ação destruidora do ser humano.
Podemos destacar os seguintes objetivos:
a- manutenção, preservação e restauração da biodiversidade;
b- proteção dos recursos hídricos;
c- manejo correto dos recursos naturais.
A Constituição Brasileira de 1988 prevê a criação, por parte do governo Federal e dos governos estaduais e municipais, de órgão para realizar a fiscalização do meio ambiente. Para tanto, o governo federal criou um órgão poderoso, O IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), que atua em todo o território nacional.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Mavis MacCrae- Mission Blue/ Dr. Sylvia Earle , Mavis McRae , azul missão


Para mergulhador Canadian Mavis McRae, tendo a chance de se juntar com o Dr. Earle em Bahamas esperança Mancha expedição de maio foi um sonho tornado realidade. Quatorze anos atrás, McRae pegou 'Sea Change: A mensagem dos Oceanos' na livraria da Universidade de Manitoba. O livro mudou sua visão sobre o nosso planeta oceano, e ela determinou que um dia ela encontraria seu herói, Dr. Earle em pessoa. [...]
[...] Comunicando-se com as crianças que passaram suas vidas inteiras na pradaria sobre algo que muitos deles nunca tinham visto ou tocado - o mar era um desafio constante. McRae usado mapas para mostrar aos alunos como Calgary lixo que entra nos rios no interior distante pode viajar para o mar através da baía de Hudson. Terminando cada apresentação com ideias sobre como cada aluno e suas famílias podem ajudar a proteger o oceano, McRae espalhar a mensagem inspirada de Mission Blue onde quer que ela falou.