Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

SÓ SEI QUE NADA SEI.

Imagem
Queridos(as) alunos(as), como já é do conhecimento de vocês para entendermos a Geografia (ciência) e suas transformações físicas, econômicas, políticas e demográficas ocorridas na atualidade; devemos investigar as possíveis causas no passado histórico (fontes históricas) ou nos tempos geológicos (formação do relevo há milhões de anos). A pesquisa faz-se necessária, pois é no processo de busca por respostas para nossas dúvidas, é que nos deparamos com mais perguntas, e assim o conhecimento vai sendo construído. Nesse caminho é inevitável o encontro com outras ciências (História, Biologia, Química, Física, Matemática, Geologia, Filosofia...) e a partir daí pode-se concluir que separar as diferentes disciplinas é humanamente impossível. Só nos resta, então, exercermos nosso papel de pesquisadores e investigadores na busca do verdadeiro conhecimento, e é nesse exato momento que passamos a "QUERER" entender o significado da famosa frase: "Só sei que nada sei." (filósofo…

Contextualizar é a palavra-chave na prova de geografia

Hoje, o tema é geografia e os grandes acontecimentos que mudaram os rumos da conjuntura política mundial. Para fazer essa viagem e abrir de vez as portas das universidades, é preciso ter os olhos voltados para o globo terrestre: “Os candidatos à aprovação no vestibular têm de ficar atentos ao que se passa no mundo.

É necessário conhecer os conflitos entre países e as atualidades sempre noticiadas pela mídia. Mas o grande desafio não é apenas saber sobre os fatos, e sim ter a capacidade de relacioná-los. Temos um programa de estudo imenso que será cobrado em pouquíssimas questões, então há uma tendência de não analisar os episódios de maneira isolada. O melhor caminho é contextualizar”, garante o professor Silvânio Fortini, com quase 20 anos de experiência em salas de aula do 3º ano do nível médio.

No vestibular mais concorrido de Minas, o da UFMG, os conhecimentos de geografia serão cobrados, de todos os candidatos, em oito questões de múltipla escolha na primeira etapa das provas. Já…

Evite erros mais comuns em Geografia no vestibular

Nas provas divididas tradicionalmente em disciplinas ou naquelas que apresentam conteúdos interdisciplinares, a Geografia trata de uma infinidade de assuntos, do tipo de relevo da sua região aos planetas do Sistema Solar, passando por aspectos políticos e econômicos nacionais e internacionais.

"Os temas que possivelmente estarão presentes podem estar distribuídos e embutidos em outras ciências, como conhecimentos gerais. Vale ressaltar que a Geografia fala da realidade e como podemos encarar os fatos ocorridos em determinado momento", diz o professor Claudio Terezo, autor do autor do livro Novo Dicionário de Geografia. Ao aprender e memorizar tantos conteúdos, os candidatos devem prestar atenção aos mínimos detalhes, sob pena de cometerem deslizes durante as provas que podem comprometer sua aprovação. "As 'pegadinhas', quando ocorrem, não são uma forma direta para prejudicar o estudante, mas para valorizar o aluno que relaciona, compreende os fatos e, principalm…

ONU faz reunião de emergência para discutir crise na Síria

O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) promove hoje (28) reunião de emergência em Genebra, na Suíça, para discutir o agravamento da onda de violência na Síria. A expectativa, segundo diplomatas que acompanham o assunto, é aprovar proposta para impor um corredor humanitário na região destinado a ajudar as vítimas dos confrontos. Para o governo brasileiro, é fundamental adotar medidas de ajuda humanitária, mas sem a imposição de ações militares. De acordo com as autoridades do Brasil, o ideal é buscar o acordo por meio de ações pacíficas. Continue lendo: JORNAL DO BRASIL

E se... existisse vida em todo o sistema solar?

Imagem
A SUPER intimou químicos, anatomistas, fisiologistas e astrônomos a responder à questão: qual a forma que os eventuais ETs deveriam ter para sobreviver em cada um dos planetas do Sistema Solar? E desenhou as figuras que você vai ver a seguir no site: SUPERINTERESSANTE

A história da Terra

Imagem
Há quase 5 bilhões de anos, uma estrela explodiu na Via Láctea espalhando poeira pelo espaço. A gravidade juntou os grãos em pedaços maiores. Assim surgiu o planeta Terra. LEIA MAIS: SUPERINTERESSANTE Texto Denis Russo Burgierman

Datação radiométrica – Uma breve explicação

Datação radiométrica – Uma breve explicação: A datação radiométrica é o principal esquema de datação utilizado pelos cientístas para determinar a idade da terra. Técnicas de datação radiométrica se utilizam da deterioração natural dos radioisótopos. Um isótopo é um de dois ou mais átomos que possuem o mesmo número de prótons em seus núcleos, mas um número diferente de nêutrons. Radioisótopos são isótopos instáveis: eles decaem espontaneamente (emitindo radiação no processo - assim tornando-os radioativos). Eles continuam a decair ao passar por vários estados de transição, até que finalmente alcancem a estabilidade. Por exemplo, o urânio-238 (U238) é um radioisótopo. Ele vai espontaneamente decair até que passe a ser chumbo-206 (Pb-206). Os números 238 e 206 representam a massa atômica desses isótopos. O radioisótopo urânio-238 passa por 13 fases de transição antes de se estabilizar em chumbo-206 (U238> Th234> Pa234> U234> Th230> Ra226> RN222> Po218> Pb214> B…

Datação radiométrica

O tempo é uma grandeza fundamental da Física, assim como a massa e a distância (o Sistema Internacional define o segundo como unidade de tempo, o kg como unidade de massa e o metro como unidade de distância). É necessário quantificar o tempo para definir o que são processos e mudanças e para que relações de antes e depois possam ser estabelecidas. Uma vez que as rochas são registros de processos geológicos é possível determinar processos que ocorreram no passado através do estudo dessas rochas e, assim, entender como era o nosso planeta em tempos anteriores ao surgimento das formas de vida complexa. Diferentes ramos da geologia estudam os processos e respectivos registros geológicos. Por exemplo: a petrologia analisa as rochas e os processos formadores de rocha, a geologia estrutural estuda as estruturas deformacionais e os mecanismos de deformação das rochas, e a paleontologia investiga os fósseis e a evolução da vida. Entretanto, o entendimento da evolução da Terra e do significado…

Hiparco considerado o fundador da astronomia científica e também chamado de pai da trigonometria

Hiparco, em grego Hipparkhos (190 - 126 a. C.), foi um astrônomo, construtor, cartógrafo e matemático grego da escola de Alexandria nascido em 190 a.C. em Nicéia, na Bitínia, hoje Iznik, na Turquia. Viveu em Alexandria, sendo um dos grandes representantes da Escola Alexandrina, do ponto de vista da contribuição para a mecânica. Trabalhou sobretudo em Rodes (161-126 a. C.). Hoje é considerado o fundador da astronomia científica e também chamado de pai da trigonometria por ter sido o pioneiro na elaboração de uma tabela trigonométrica, com valores de uma série de ângulos, utilizando a idéia pioneira de Hipsicles (180 a. C.), herdada dos babilônios, da divisão do círculo em 360 partes iguais (140 a. C.) e a divisão do grau em sessenta minutos de sessenta segundos. Viveu em uma época posterior a Idade de Ouro da produção matemática daquela Universidade, atingida com Euclides, Apolônio, Eratóstenes e Arquimedes e que, a partir daí, entrou em declínio, mas foi um grande astrônomo, sem dúvid…

Qual a relação existente entre Geometria e Geografia?.

Geometria significa medida da Terra. A Geografia e a Geometria são duas ciências que estudam a Terra. Etimologicamente, a Geografia tenta desenhá-la e a geometria procura medí-la. os primeiros passos no estudo da Geometria foram dados na hipótese falsa. Acreditava-se que a Terra era plana, portanto , todas as pequisas foram feitas segundo essa crença, mas isso não impediu o desenvolvimento da Geometria. Foi no período grego, entre 600 e 300 a.C. "Os elementos" uma obra de doze volumes, propondo um sistema inédito no estudo da Geometria. Esse trabalho de Euclides é tão vasto que alguns historiadores não acreditavem que fosse trabalho de um só homem. Mas todas essas desconfianças não foram suficientes para tirar o mérito de Euclides. PARA SABER MAIS: clique aqui.

OBS. Não existe datação geométrica apenas datação radiométrica.

Técnica de irrigação subterrânea israelense será implantada em lavoura gaúcha

Imagem
Método gasta menos água e energia e amplia a produtividade na irrigação.

A novidade começa a ser utilizada em solo gaúcho Foto: Roberto Witter / Agência RBS Roberto Witter
roberto.witter@zerohora.com.br Gastar 40% menos de água e 30% menos energia, além de ampliar a produtividade na irrigação de lavouras é a promessa de um sistema de irrigação desenvolvido em Israel.

A novidade começa a ser utilizada em solo gaúcho.

Em Palmeira das Missões, o agricultor Flávio Fialho Velho inaugura no plantio desta safra de feijão o uso do equipamento subterrâneo. Ao contrário do popular sistema de pivôs, que irriga a lavoura por cima, o modelo israelense é estruturado por baixo da terra.

Para colocar em prática o projeto, Flávio separou 80 hectares dos 1,2 mil da propriedade. Deixou o espaço ocioso por alguns meses, mas garantiu o cultivo da próxima safra com irrigação em todos os ciclos: SAIBA MAIS:Zero Hora
__________________________________________________________________________________

Queridos …

O Universo Matéria Escura (Vídeo- parte1de5)

Imagem
Em cosmologia, a energia escura (ou energia negra) é uma forma hipotética de energia que estaria distribuída por todo espaço e tende a acelerar a expansão do Universo.[1] A principal característica da energia escura é ter uma forte pressão negativa. De acordo com a teoria da relatividade, o efeito de tal pressão negativa seria semelhante, qualitativamente, a uma força que age em larga escala em oposição à gravidade. Tal efeito hipotético é frequentemente utilizado, por diversas teorias atuais que tentam explicar as observações que apontam para um universo em expansão acelerada.
A natureza da energia escura é um dos maiores desafios atuais da física, da cosmologia e da filosofia. Existem hoje muitos modelos fenomenológicos diferentes, contudo os dados observacionais ainda estão longe de selecionar um em detrimento dos demais. Isso acontece pois a escolha de um modelo de energia escura depende de um bom conhecimento da variação temporal da taxa de expansão do universo o que exige a obs…

Energia Negra no Universo

Investigação australiana confirmou a existência de Energia Negra no Universo. Mais de 200 mil galáxias foram sondadas para chegar a esta conclusão Uma investigação chamada “WiggleZ Dark Energy Survey” provou que existe Energia Negra [tradução literal de "Dark Energy", nome dado a este tipo de energia] no Universo. Ela foi feita por um grupo sediado na Austrália e contou com a participação de 26 astrónomos de 14 países. A conduzi-la, esteve o australiano Michael Drinkwater. Saiba mais:

Rio+20 precisa ter economia como foco, diz embaixador dos EUA no Brasil

Os EUA não veem a Rio+20, que ocorre em junho, como uma cúpula cuja prioridade seja tratar de ambiente, mas sim de crescimento econômico e empregos, afirmou em entrevista a correspondentes brasileiros em Washington o embaixador americano em Brasília, Thomas Shannon.

"Essa conferência é sobre criação de empregos e crescimento. É isso que a fará diferente, porque vamos incorporar questões e padrões ambientais, mas o faremos em termos mais amplos, [ao falar] de como você permite que as ... saiba mais.

Mudança climática ameaça rios Nilo, Limpopo e Volta, na África

A mudança climática deve elevar o regime de chuvas em grandes bacias fluviais do mundo, mas os padrões meteorológicos tendem a se tornar mais instáveis, e a época das estações chuvosas pode mudar, ameaçando a agricultura, disseram especialistas nesta segunda-feira. Além do mais, algumas bacias fluviais da África - a do Limpopo, no sul do continente, do Nilo, no norte, e do Volta, no oeste - ficarão propensas a receber menos chuvas do que atualmente, o que afetará a produção de alimentos e provocará tensões internacionais.
A perspectiva é particularmente ruim na bacia do Limpopo, que abrange partes de Botsuana, África do Sul, Zimbábue e Moçambique, numa área habitada por 14 milhões de pessoas. "Em algumas partes do Limpopo, nem mesmo a adoção disseminada de inovações como a irrigação por gotejamento pode ser suficiente para contrabalançar os esforços negativos da mudança climática sobre a disponibilidade hídrica", disse Simon Cook, do Centro Internacional de Agricultura Tr…

O mito ARIADNE

A trajetória da heroína Ariadne, filha do soberano de Creta, Minos, e de Pasífae, teve início quando ela caiu de amores por Teseu, descendente de Egeu, rei ateniense, e de Etra; o herói logo demonstrou nobreza e firmeza de ânimo. Ela demonstra seu interesse pelo rapaz quando ele se entrega por vontade própria ao Minotauro, ser meio homem, meio touro, que ocupava o labirinto edificado por Dédalos. Ele toma essa decisão ao saber que sua terra natal deveria entregar como tributo a Creta uma cota anual de sete moças e sete homens, os quais seriam oferecidos ao monstro, que era carnívoro. A estrutura labiríntica fora criada no Palácio de Cnossos, com vários caminhos enredados, de tal forma que ninguém seria capaz de deixar seu interior depois que houvesse nele entrado. Mas Ariadne, completamente apaixonada, oferece ao seu amado, que também parece amá-la, uma espada para ajudá-lo a lutar contra o monstro, e o famoso fio de Ariadne, que o guiaria de volta ao exterior. A ideia é bem sucedida …

Curiosidades sobre Geografia

Imagem
No Brasil a história dos geógrafos começou em 1808, quando a família real veio para a colônia e trouxe os engenheiros geógrafos, com o objetivo de estudar o território. A profissão começou a se fortalecer na década de 1930, durante o governo de Getúlio Vargas, quando foram criados o Instituto Geográfico e Cartográfico (IGH), o Conselho Nacional de Geografia e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Em 1934 foi fundada a Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB) e se iniciavam os cursos de geografia e história na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo (USP). No entanto, a profissão só foi regulamentada em 1979, pelo presidente Jão Batista Figueiredo, durante o regime militar. Fonte: http://www.brasilprofissoes.com.br/

A relação entre o cão e o lobo- História

Imagem
Cães e lobos são tão parecidos fisica e comportamentalmente, que são capazes de gerarem crias híbridas, como o chamado cão-lobo. Levando-se em consideração os estudos que apontam o lobo como antecessor do cão, é possível traçar semelhanças e diferenças entre estas duas espécies. Os mais antigos esqueletos de cães descobertos datam de cerca de 30 000 anos depois do aparecimento do Homo sapiens, sempre exumados em associação com o resto das ossadas humanas. Aos pesquisadores, pareceu lógico associá-los aos canídeos pré-existentes, como o lobo, o chacal e o coiote. No entanto, em descobertas feitas na China, nas quais encontravam-se vestígios dos cães, o coiote e o chacal não foram identificados na região. Ainda no Oriente, notou-se as primeiras associações do homem com uma variedade de lobo com tamanho reduzido, de cerca de 150 000 anos. Nessa teoria, a ausência das duas espécies e o fato de Canis lupus e Canis (lupus) variabilis(a) terem coexistido e possivelmente reproduzido, pode con…

Origem e história da domesticação

Imagem
Lobo, do qual provavelmente se originaram as raças caninas. Atualmente, este lobo é um animal ameaçado de extinção.[2] As origens do cão doméstico baseiam-se em suposições, por se tratar de ocorrências de milhares de anos, cujos crescentes estudos mudam em ambiente e datação dos fósseis. Uma das teorias aponta para um início anterior ao processo de domesticação, apresentando a separação de lobo e cão há cerca de 135 000 anos, sob a luz dos encontrados restos de canídeos com uma morfologia próxima à do cinzento, misturados com ossadas humanas.[3] Outras, cujas cronologias são mais recentes, sugerem que a domesticação em si começou há cerca de 30 000 anos, os primeiros trabalhos caninos e o início de uma acentuada evolução entre 15 000 e 12 000, e por volta de 20% das raças encontradas atualmente, entre 10 000 e 8000 anos no Oriente Médio.[4][5] Além das imprecisões do período, há também discordâncias sobre a origem. Enquanto especula-se que os cães sejam descendentes de uma outra varia…

Representantes da CNseg e do Ministério de Meio Ambiente discutem sustentabilidade

A diretora executiva da CNseg, Solange Beatriz Palheiro Mendes, esteve nesta segunda-feira, em Brasília, para participar de uma reunião no Ministério do Meio Ambiente.
Três temas foram discutidos no encontro: os Princípios para o Desenvolvimento Sustentável de Seguros (PSS), que serão lançados no seminário da IIS, em junho; o engajamento da CNseg na pauta de discussões travadas no Ministério do Meio Ambiente; e os aditivos ao "Protocolo Verde", convênio celebrado, em 2009, entre o Ministério do Meio Ambiente, a CNseg e o Sindicato das Seguradoras do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. O encontro serviu para relatar as ações mais concretas do mercado segurador em prol da sustentabilidade e abrir um canal permanente de diálogo com representantes do governo em torno de novas iniciativas. SAIBA MAIS: segs

Carta de um cão abandonado ao seu dono

Imagem
De todos os animais que conhecemos, o cão é o que mais uniu a nós. Para o cão o tempo parou. A sua alma, incólume ao século nervoso das bombas atômicas e viagens interplanetárias, não conhece nem malícia nem falsidade. Com a mesma alegria natural, ele nos acompanha na chuva torrencial e no forte calor: sempre o amigo mais fiel do homem.
"Artigo 32 da Lei Federal nº. 9.605/98: É considerado crime praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, doméstico ou domesticados, nativos ou exóticos. (...) quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animais vivos, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos. (...) se ocorrer a morte do(s) animal(s)." FONTE: Wikipédia
Pena que alguns seres humanos não são evoluídos o suficiente para valorizar a amizade incondicional desse ser tão dependente do amor do seu dono (líder da matilha) em quem ele confia plenamente.
Lúcia Helena.

O amor de um cão

Imagem
Todos os seres bióticos (vivos) e abióticos (não vivos) fazem parte da natureza. Merecem nosso respeito e amor. Cuidar do planeta significa cuidar de quem vive nele, pois de algum modo toda forma de existência contribui para a saúde dos seres humanos. Pense nisso.
Lúcia Helena B. Ávila

Cães abandonados são perigosos para a vida selvagem

Imagem
O melhor amigo do homem pode ser um grande inimigo da vida selvagem, é o que mostra uma pesquisa feita por um biologista da Universidade de Utah, que mostra os impactos negativos de cães soltos em outros animais.

Baseado em uma mistura de outras pesquisas prévias e em seus próprios estudos de caso, Julie Young e outros quatro cientistas concluíram que cães selvagens e que vivem soltos podem causar estragos na vida selvagem, principalmente espécies em perigo, que podem virar presas fáceis.

Apesar de amplamente aceita, a tese de que a introdução de espécies não-nativas podem ser prejudiciais para os ecossistemas naturais geralmente não incorpora o cachorro como espécie intrusa.

"Os cães aparecem quando os seres humanos aparecem, mas tendemos a ignorar o seu impacto sobre a vida selvagem principalmente porque pensamos neles como nossos companheiros", disse Young.

Young citou exemplos de Idaho, onde a pesquisa mostrou a presença de cães diminuindo algumas populações de cerv…

Cientistas alertam que lixo espacial atinge nível limite e perigoso

Imagem

Suíços criam 'satélite-faxineiro' para recolher lixo espacial

Imagem
A quantidade de lixo espacial na órbita da Terra fez com que especialistas da Suíça desenvolvessem um projeto que tem como objetivo construir um "satélite-faxineiro".
Os cientistas da Escola Politécnica Federal de Lausanne, na Suíça, pretendem lançar o aparelho, chamado de CleanSpace One, em até cinco anos. BBC Brasil"Satélite-faxineiro" teria tentáculos para "abraçar" satélite perdido; os dois seriam queimados na reentrada da Terra
Com um valor estimado em 10 milhões de francos suíços (cerca de R$ 18 milhões), o CleanSpace One será o primeiro destinado a reduzir a poluição espacial. Os especialistas suíços afirmam que existem cerca de 16 mil objetos com diâmetro superior a 10 cm na órbita da Terra --o suficiente para provocar um acidente com satélites de serviço ou aeronaves tripuladas. A Nasa (agência espacial americana) monitora os pedaços maiores de sucata que orbitam a Terra. Além deles, centenas de milhares de peças menores levam risco a satélit…

Cientistas explicam como vai surgir o supercontinente Amásia

A movimentação dos continentes em direção ao polo Norte, dentro dos próximos milhões de anos, vai dar origem à Amásia, nome usado pelos cientistas norte-americanos para se referir ao supercontinente que será formado pela junção da América e da Ásia. A grande massa de terra surgirá entre 50 milhões e 200 milhões de anos, de acordo com uma pesquisa da Faculdade de Geologia e Geofísica da Universidade de Yale (EUA) publicada na revista britânica "Nature". Os dois continentes se juntarão pelo polo Norte por meio de uma cordilheira que ligará o Alasca à Sibéria. A América permanecerá situada sobre o anel de fogo do Pacífico, uma zona de intensa atividade sísmica e vulcânica, mas seu revelo mudará radicalmente, pois a atração em direção ao polo fundirá a América do Sul e a do Norte. Este deslocamento provocará o desaparecimento do oceano Ártico e do mar do Caribe, segundo explicou Ross Mitchell, geólogo de Yale e um dos autores do artigo. Já se passou 1,8 bilhão de anos desd…

Espaço Sideral Sustentável discutido em fórum da ONU em Viena

Imagem
O uso sustentável do espaço sideral, possíveis perigos de asteróides, manejo de detritos espaciais e gerenciamento de desastres serão itens chaves da agenda da 49ª sessão do Subcomitê técnico e científico do Comitê sobre os Usos Pacíficos do Espaço Sideral (COPUOS) da ONU, que se realiza em Viena (Áustria) de 6 a 17 de fevereiro. Outros assuntos em pauta são: pesquisa do clima espacial, avanços nos sistemas de navegação de satélites, uso seguro de energia nuclear no espaço e assuntos de teledetecção. A equipe de ação sobre Objetos Próximos da Terra (NEO´s) considerará projetos de recomendações para uma resposta internacional para a ameaça dos impactos dos NEO´s e apresentará o projeto do Grupo de Trabalho sobre NEO´s do Subcomitê. Em 7 de fevereiro, o Escritório da ONU para Assuntos do Espaço Sideral (UNOOSA) assinará um acordo de cooperação com a Hungria para estabelecer um escritório de ajuda regional que servirá como um centro de especialistas para implementação do programa da UNOO…

Ignacy Sachs - Rio +20 - Repórter ECO -

Imagem

A. Latina: ministros do Meio Ambiente discutem agenda da Rio+20

Os ministros do Meio Ambiente da América Latina e o Caribe se reúnem desde quinta-feira em Quito para fechar uma agenda sobre desenvolvimento sustentável, antes da conferência da ONU sobre este tema, que ocorrerá em junho no Rio de Janeiro. Os funcionários trabalham em um plano que definirá as "prioridades regionais em matéria de desenvolvimento sustentável", disse a ministra equatoriana de Patrimônio, María Fernanda Espinosa, na inauguração da XVIII conferência que será concluída na sexta-feira e da qual participam ministros e delegados de 32 países. "Também buscamos nos colocar de acordo em uma plataforma que deverá levar à região à cúpula Rio+20 em junho no Brasil", completou a funcionária em referência à cúpula convocada pela ONU 20 anos depois da realizada na mesma cidade sobre meio ambiente e desenvolvimento sustentável. Espinosa afirmou que a agenda regional deverá centrar-se no "combate à pobreza e à inequidade", considerando que a América Latina…