A questão dos sem-terra

Atualmente no Brasil existe um contingente de aproximadamente 12 milhões de sem-terra. São 4,8 milhões de famílias de trabalhadores rurais que, não tendo acesso à propriedade, vivem em condições extremamente precárias, obrigando-se a um deslocamento constante pelas fazendas do interior brasileiro em busca de serviço. Esses números foram levantados pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), entidade que visa organizar politicamente a população rural para pressionar o governo a dar uma solução efetiva para o problema. Primeiramente, ocupar, nas regiões mais críticas, áreas de propriedades consideradas improdutivas, a fim de conseguir a sua desapropriação e o assentamento das famílias. Numa segunda etapa levar o governo a realizar uma verdadeira reforma agrária, abrangendo todas as terras improdutivas do país. Aquestão dos sem-terra, hoje, é uma das mais sérias do país. Sua origem remonta às primeiras décadas do século XVI, quando foram implantados os grandes latifúndios monocultores de cana-de -açúcar, no período da ocupação colonial do Brasil. O meio rural praticamente se manteve nas mesmas condições com a instalação do Império e da República. Sua integração ao processo de modernização do país só se iniciou de fato em 1930 com a crise do café- em parte pela derrocada econômica de antigos proprietários rurais, em parte pelas novas ideias trazidas pelos imigrantes, especialmente europeus. Na década de 1950 houve uma das primeiras iniciativas de organizar os trabalhadores rurais, no interior da região Nordeste, com a criação das Ligas Camponesas. Desde aquela época, com a expansão industrial do país, as transformações ocorridas no campo acentuaram os problemas sociais, intensificando o êxodo rural e a luta pela posse da terra. Criaram-se assim as condições para o surgimento dos Movimentos Estaduais dos Sem-Terra ( o primeiro deles no Rio Grande do Sul), no final da década de 1970. Em 1984, as principais lideranças reuniram-se e constituíram o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), com o objetivo de organizar, em âmbito nacional, a luta dos trabalhadores rurais por uma reforma agfrária ampla e imediata.
coffeeplantation.jpg - coffee plantation (the smaller coffee bushes grow in the shade of the trees)
Café

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jurandyr Ross e a classificação do relevo brasileiro

Aroldo de Azevedo e a classificação do relevo brasileiro

Ab'Saber e a classificação do relevo brasileiro